quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O que nós fazemos, quando temos nossos pensamentos focados em dois objetivos distintos?

''Os homens apressam-se mais a retribuir um dano do que um benefício, porque a gratidão é um peso e a vingança, um prazer.''

- tacitus


O que dizer? Eu não consigo dizer a verdade.
O que fazer? Tudo o que eu consigo, é omitir.
Sabe que mesmo estando errado, tudo o que eu consigo fazer
é mentir. Apenas, mentir.

Olhe nos meus olhos, veja que estou morrendo por dentro.
Tem idéia de como eu queria me vingar?
Olhar você sofrer enquanto eu sou feliz, enquanto eu dou risada e desfruto de um grande bem-estar.
Ou seja, gostaria de trocar de lugar.

Olhe para mim, e tente não dar risada. Sou patético, não é mesmo?
Saber que nada pode dar certo, e insistir no erro.
Porque? Porque eu sou tão estúpido?
Me diga, me prove, e me ensine a te esquecer.

''Lutar e lutar, até que cordeiros virem leões!''
- não pude achar o criador da frase.

E então, o que me diz?
Estou aqui para te fazer feliz.
Eu sei que você não quer, mais eu não posso desistir!
Olhe para mim, diretamente em meus olhos.

Eu sei que pode resistir, mais lembre-se de como foi bom!
E se não foi, tenho que me desculpar.
É que eu realmente não conseguia me lembrar, como era me apaixonar. Mais você reviveu isso dentro de mim!
E peço desculpas, se não foi tão bom assim.

Olhe para mim, e tente não lembrar. Sou uma praga, não é mesmo?!
Saber que nada pode dar certo, e insistir no erro!
Porque? Porque eu sou tão persistente?
Aposto que não consegue me provar, que nada é para sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário